21.2.12

O tempo entre costuras


Existe coisa melhor do que poder escrever uma resenha de um livro que entrou para os nossos favoritos?

Foi exatamente isso que aconteceu com o livro O tempo entre costuras, de María Dueñas.

Gente, o livro é bom demais!

Alguns podem achar meio parado, mas, eu, achei perfeito!

É um romance histórico, um dos meus estilos preferidos de leitura. :)

A história é sobre Sira, uma costureira espanhola que tem a vida entre a Guerra Civil Espanhola e a Segunda Guerra Mundial.

Sira leva uma vida tranquila em Madri. Trabalha com sua mãe em um ateliê de costura, tem um noivo atencioso e leva uma vida modesta. No entanto, ela sente que falta algo mais...

E, esse algo mais, ela encontra em um avassalador amor. Com ele, parte para Marrocos, na África e, assim, a sua vida muda completamente!

Não pretendo revelar mais nada da trama porque muitos acontecimentos são grandes surpresas no decorrer da leitura. Sira passa por altos e baixos, se mete em muita enrascada, aprende a ser corajosa, independente e forte.

A narrativa é muito gostosa! Eu me senti como se fizesse parte da vida de Sira.
A autora consegue envolver você por completo! Você sente as dores e as alegrias de Sira. Com o decorrer da trama, você acaba se tornando uma grande amiga confidente da personagem principal.

É um livro que deve ser degustado e, jamais, lido às pressas!

A história é envolvente e ficamos carentes quando o fim chega.

Você fica morrendo de saudades de Sira, de sua mãe e de seus amigos!

Os personagens secundários são todos muito bem trabalhados, perfeitos!

Outro detalhe que amei na obra é que, ao fim do livro, a autora coloca as referências literárias de onde realizou a pesquisa para escrever o livro.

Isso é uma coisa me deixa muito irritada ao ler certas obras, pois você vê que o livro foi inspirado em outros e o autor não tem a honestidade de citá-los. Sim, acho muita falta de honestidade você se inspirar em algum outro livro e não citá-lo como referência. Para mim, isso é plágio!

Então, por esse motivo, já torna a autora digna de confiança e merecedora de muitos pontos comigo!

Mas, a explicação para isso é que María Dueñas é da área acadêmica. Então, ela já tem uma vasta experiência com pesquisa coisa e tal.

Enfim, viajei um pouco agora... Mas, a mensagem que eu gostaria de deixar é: leiam este livro!

Os amantes de belos romances históricos vão amar!

Lindo, envolvente, histórico e perfeito! Recomendo!!!

Avaliação:


Skoob:

Sinopse:
Poucos meses antes da guerra eclodir na Espanha, Sira troca sua pacata rotina em Madri pelo desconhecido Marrocos, seguindo uma avassaladora paixão. Ela e seu amado Ramiro, um aventureiro em busca de dinheiro, vivem momentos de romance, glamour e futilidade. Mas o sonho vivido por ela acaba quando, de uma hora para outra, é abandonada. Sira Quiroga é a encantadora costureira que protagoniza esta aventura. Um dia, Sira se apaixona loucamente e parte de Madri para o romântico Marrocos, meses antes da Guerra Civil Espanhola (1936-1939), para ter sua inocência triturada pelos caminhos da vida. Porém, se transforma uma vez mais para mergulhar, durante a Segunda Guerra Mundial, em um novo mundo, agora repleto de espiões, impostores e fugitivos.

Boa semana pessoal!

Espero que vocês tenham sobrevivido ao Carnaval! :p

16.2.12

Resultado do sorteio - A Maldição do Tigre

Oi gente!!

Como vocês estão?

Estou com muitas saudades de todos!!!!

Mas a minha vida se tornou uma loucura desde que a Residência começou.
É por isso que vocês não tem me encontrado muito pela internet. o.O

Nesta semana, comecei a trabalhar no CAPS AD III e estou amando!! Que bicho é esse? É um Centro de Atenção Psicossocial para dependentes de álcool e drogas.

A equipe de lá faz um trabalho muitooo bacana! É claro que depois vou contar mais detalhes para vocês! Mas, no momento, o pessoal está querendo o meu fígado porque ainda não consegui postar o resultado do sorteio do livro A Maldição do Tigre. Então, vou ter que deixar o bate-papo para o fim de semana...

A notícia boa é que, como atrasei o sorteio em um dia, vocês tiveram mais um dia para participar! \o/

Vamos ao resultado?



Parabéns Nicole!!!

Já enviei e-mail para a sortuda.

Agora preciso ir gente... Estou cansada, acabada, aniquilada... Mas, muito feliz por estar trabalhando com o que amo! :D

No fim de semana eu volto com calma para matar a saudade!

Uma boa noite a todos! :)

6.2.12

Fazendo meu filme


Oi gente!

Como vocês estão?

O blog está meio parado porque a correria está grande.

Mas não esqueci de vocês!! Não tenho aparecido, porque realmente não estou conseguindo. :(

Como chego em casa exausta e cheia de coisas para fazer, a internet está ficando lá embaixo na minha lista de prioridades.

Mas, estou morrendo de saudades do blog e de vocês!

Eu não ia fazer resenha do livro Fazendo meu filme, da Paula Pimenta, pois já tem várias na blogosfera e no Skoob.

No entanto, vocês falaram tanto sobre esse livro nos últimos comentários, que achei interessante dividir as minhas opiniões com vocês.

Este é um livro fofinho que toda adolescente deveria ler!

A personagem principal é Fani, uma menina de 16 anos, mineira, que está no segundo ano do ensino médio e, em breve, irá partir para um intercâmbio em outro país.

A trama central não é muito diferente de outros livros voltados ao público jovem... A menina que se apaixona por um menino, mas não tem coragem de falar...

O diferencial do livro está na criatividade e na sensibilidade com que a autora narra a história de Fani.

A narrativa é realizada em primeira pessoa. A gente sente como se estivesse lendo o diário pessoal de Fani.

Achei super criativo a autora colocar trechos de conversas de MSN de Fani com as amigas, bilhetinhos que elas trocavam em aula, testes de revistas adolescentes etc.



Outra coisa legal é que cada capítulo inicia com o diálogo de algum filme, já que Fani é apaixonada por cinema. Ela tem uma coleção imensa de dvds e não os empresta para ninguém!

Além disso, sonha em ser cineasta e avalia todos os filmes a que assiste com estrelinhas.


Os personagens secundários são super fofos! Tanto as amizades de Fani como, também, a sua família.

Só que, apesar de tudo isso, tive um certo problema com a leitura... Fani não me conquistou.

Achei a personagem principal muito mimada, sem atitude e chorona ao extremo. Vários e vários capítulos a menina está chorando ou dizendo que está enchendo os olhos de lágrimas. :s

Além disso, Fani é do tipo que os outros decidem tudo por ela. Isso me deixou angustiada durante a leitura.

Até a metade do livro, a leitura fluiu sem problemas. Mas, depois, fiquei entediada com a trama.

Outro fato que me estressou um pouco, é que a autora utiliza muitas e muitas palavras no diminutivo. Chegou a um certo ponto que, toda vez que eu lia uma palavra que terminava com "inho" ou "inha", me irritava.

Anotei algumas dessas palavras presentes em um pequeno capítulo para poder exemplificar para vocês:

"coisinha, sacolinha, beijinho, gracinha, fofinha, presentinho, tempinho, escrito com letra bonitinha, enviei um e-mail supereducadinho, cartõezinhos, um pouquinho, revistinha."

Primeiro, achei que fosse o jeito de Fani falar, já que ela é toda "cute cute". Então, notei que todos os personagens falavam da mesma forma! Um garoto falando sacolinha, gracinha, cdzinho... é muito estranho.

E o último detalhe que eu queria falar é que fiquei chocada ao ver que o livro já está em sua sexta edição e contém erros de português. o.O

Pôxa, bem que a editora poderia dar uma revisada melhor né?

Mas, felizmente, esses pequenos problemas não chegam a atrapalhar a leitura.

Acho que a maioria que leu o livro nem notou esses detalhes que mencionei, pois não me vi nenhum comentário desse tipo nas resenhas. É que eu realmente sou chata e cri cri com livros gente...

Enfim, é um ótimo livro para meninas adolescentes ou para quem está à procura de um livro doce e sensível.

Apesar de não ter me conquistado completamente, recomendo a leitura!

Avaliação:


Sinopse:
Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. “Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.

Skoob:

Últimos Instagrams

© Pensamento Tangencial. Design by FCD.