29.4.13

Tamanho 42 não é gorda

Oi gente!

Como foi o fim de semana de vocês?
O meu foi tão gostoso, que não dá vontade alguma de iniciar a semana...
Mas, como temos que voltar ao batente... Então vamos lá!

Na semana passada, terminei de ler um livro muitooo gostoso - Tamanho 42 não é gorda, da Meg Cabot - que faz parte da série Mistérios de Heather Wells.

Eu aprendi a gostar dos livros da Meg Cabot. Antes eu os achava muito fúteis... No entanto, com o passar do tempo, passei a dar valor para esse tipo de leitura leve e divertida. Pois, é bom para "esvaziar a mente" entre um livro e outro mais denso.

Enfim... Diverti-me bastante com a leitura!

A personagem principal é Heather Wells, uma cantora teen fracassada, que possui 28 anos e é inspetora em um alojamento estudantil de uma faculdade.

Heather está solteira e financeiramente "dura". Em vista disso, está morando com a sua cadelinha Lucy no piso superior da casa do irmão do seu ex-namorado (parece confuso, mas é isso mesmo! hehe). E é justamente por esse ex-cunhado que Heather sente atração e imagina situações mirabolantes entre eles...

O "detalhe" é que o ex-cunhado não faz ideia dessa paixonite que Heather nutre por ele...

Até então, mesmo com essas loucuras que fazem parte do cotidiano de Heather, a sua vida seguia o fluxo normal... Porém, acontece um fato inusitado e tudo vira de cabeça para baixo.

No alojamento, onde ela trabalha, aparece uma menina morta no poço do elevador. A partir daí, começa uma investigação no campus universitário... E é óbviooo que Heather não irá resistir e se envolver para tentar descobrir e entender o motivo que levou essa garota à morte.

O restante das trapalhadas de Heather não posso contar para vocês... :p

Mas posso dizer que achei esse livro gostoso demais!! E fiquei louca para ler a continuação da série! Pois, além da narrativa deliciosa da autora, a personagem principal é uma "figura"! Você fica louca para saber o que Heather irá aprontar nos próximos volumes...


- Tamanho 42 não é gorda (vol. 1)
- Tamanho 44 também não é gorda (vol. 2)
- Tamanho não importa (vol. 3)

Para quem curte chick-lit, com pitada de suspense e romance, este livro é uma boa pedida! Recomendo! :D

Avaliação:


Skoob:

Sinopse:
Neste novo sucesso, Meg Cabot nos apresenta Heather Wells, uma cantora pop que chegou a um ponto nada desejado de sua carreira artística: o fundo do poço. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com todo o seu dinheiro... Mas, quando Heather arruma um trabalho de inspetora em uma faculdade, tudo muda... ou, pelo menos, é o que parece.

Por hoje é isso... Boa semana pessoal! :)

27.4.13

Bonequinha de Luxo

Quem nunca ouviu falar no filme Bonequinha de Luxo, de 1961, estrelado por Audrey Hepburn?

É impossível não se apaixonar por Holly Golightly, personagem principal da história, com o seu jeito tagarela e oportunista de ser.

Holly é uma garota de 23 anos, que morava no interior, e agora está vivendo em Nova York.

Mas Holly é uma garota nada convencional... Anda com pessoas estranhas, inclusive, integrantes da máfia, é namoradeira e não resiste em dar festas repletas de pessoas diferentes em seu apartamento.

E, quando a "coisa fica preta", o seu refúgio são as lojas Tiffany's: "eu me acalmo na hora com aquele silêncio e aquele orgulho no ar; nada de ruim poderia acontecer ali, não com tantos homens gentis de terno elegante e aquele cheiro de prata e carteira de crocodilo." (Holly, página 39)

O pequeno apartamento de Holly é uma bagunça, lotado de caixas pelos cantos, como se ela a recém tivesse se mudado para lá. Nele, ela vive com o seu gato “ruivo” que não possui nome, é apenas chamado de “gato”.

Toda essa loucura, que é a vida de Holly, e o seu jeito peculiar de viver, começa a ser observado e também protagonizado por seu vizinho chamado Paul – um escritor solitário que costuma ir, em suas horas vagas, ao bar da esquina para conversar com o barman Joe Bell.

Tanto o livro quanto o filme são muito bons, praticamente iguais. A versão cinematográfica ficou maravilhosa! E, ao ler o livro, fica impossível não visualizar Audrey como sendo a Holly.

A principal diferença entre ambos é o fim. Eu, particularmente, gostei mais do fim do livro.

A narrativa do livro é em primeira pessoa. A história é narrada por Paul e é através dele que ficamos conhecendo essa garota estranha, que encanta a todos com o seu jeito diferente de ser.

O livro é muito bem escrito e a leitura é envolvente!
O autor Truman Capote fez com que eu largasse o livro somente quando chegasse ao final! Porém, o achei pequeno demais! Fiquei querendo mais!!

Neste volume, publicado pela Companhia das Letras, além de Bonequinha de Luxo (1958), contém mais três histórias: Uma Casa de Flores (1951), Um Violão de Diamante (1950) e Memória de Natal (1956). Estas, eu ainda não li...

Enfim, Bonequinha de Luxo é um livro muito agradável, que deixa saudades quando a leitura termina.

Indico a todos os públicos, mas, principalmente, aos mais maduros e fãs do filme!
Quem assistiu ao filme, com certeza irá apreciar bastante a leitura!


Entrou para os meus favoritos!

Avaliação:


Skoob:

Sinopse:
Em Bonequinha de Luxo, novela de 1958, escrita com mão levíssima, o escritor norte-americano Truman Capote acompanha as estrepolias de Holly Golightly, a jovem que escapa da vida besta do interior para tentar a sorte na Nova York dos anos da Segunda Guerra. Moça de hábitos e horários nada ortodoxos, Holly põe em polvorosa uma galeria de personagens que vai de um mafioso preso a um escritor inédito, passando por um fotógrafo japonês, uma modelo gaga e uma cantora rouca – para não falar de um certo diplomata brasileiro. Tudo isso sem abandonar a visão de uma vida de luxo, calma e volúpia, se possível bem longe do Texas e bem perto da joalheria Tiffany’s. Celebrizada nas telas de cinema por Audrey Hepburn no filme homônimo de Blake Edwards, Holly é uma das criações mais felizes de Capote, mistura inextricável de ninfa diáfana e moça roçuda, tão viva e sedutora hoje como quase meio século atrás.

Bom fim de semana pessoal! \o/
Boa leitura a todos!!

25.4.13

Lançamentos Grupo Editorial Record

Oi pessoal!

Como vocês estão?
Eu estou com saudades do fim de semana! O.o
Ainda bem que falta pouco!!

E estou com saudades de vocês também! O meu tempo anda bastante limitado... Então, não tenho conseguido ficar muito por aqui. :( Enfim... Faz parte da vida. Mas vamos que vamos! \o/

Na semana passada, recebi via e-mail os lançamentos de abril do Grupo Editorial Record e confesso que fiquei louca por vários!
Pois, este mês, está lotado de chick-lits interessantes e thrillers que parecem ser emocionantes!

Fiz uma seleção dos que mais me chamaram a atenção para dividir com vocês.
Vejam só!!

O LADRÃO DE CADÁVERES, de James Bradley

Na Londres da década de 1820, o órfão Gabriel Swift chega à cidade para ter aulas com o grande anatomista Edwin Poll. O aprendizado acaba por lhe revelar um lado sombrio e pouco nobre da medicina: as leis possuem sérias restrições quanto a dissecação de corpos, tornando sua aquisição para estudo um negócio terrível e cruel. O vício em ópio e o amor por uma prostituta transformam Swift em presa fácil para as ambições de Lucan, o maior ladrão de cadáveres da cidade. Gabriel começa a vender corpos e extorquir dinheiro, e a ambição o conduz ao assassinato. Uma história de terror clássica, O ladrão de cadáveres recria com maestria o universo sinistro do submundo londrino, em que tudo e todos estão à venda, e roubar uma vida é mais fácil do que se imagina.


LOUCA PARA CASAR, de Madeleine Wickham (Sophie Kinsella)

Milly está a quatro dias de um casamento digno de contos de fada com Simon, um jovem rico por quem é perdidamente apaixonada. É a cerimônia mais aguardada do ano pela alta sociedade, mas um detalhe pode pôr tudo a perder.
Dez anos antes, Milly se casou com um amigo americano gay para que ele vivesse na Inglaterra com o parceiro, mas logo ambos perderam o contato e nunca se divorciaram. Tudo permaneceria em segredo se não fosse a chegada de Alexander, o fotógrafo, que por acaso também presenciou a primeira união. Agora ela terá que correr contra o tempo para encontrar o “marido” e obter o divórcio antes que todos descubram que a noiva, na verdade, já é casada.


O PLANO INFALÍVEL, de Lynn Schnuruberger

A vida de Tru Newman parecia perfeita: todos os confortos do Upper East Side nova-iorquino, um marido bonito e carinhoso, filhas gêmeas inteligentes e uma melhor amiga desde os tempos de escola. Porém, de repente, seu marido é demitido, a família corre o risco de perder o apartamento e nem mesmo suas superstições habituais conseguem salvá-la de enfrentar a dura – e possivelmente pobre – realidade. Agora, Tru precisa pensar em novas formas de ganhar dinheiro. Ela traça então um plano ousado e... ilegal: abrir uma agência de “acompanhantes” de 40 anos para homens de 30. Mas será que o plano irá funcionar? Ou Tru terá um prejuízo maior do que poderia imaginar?


A ÁRVORE ENVENENADA, de Erin Kelly

No auge do verão de 1997, Karen Clarke, uma das melhoras alunas da Universidade Queen Charlotte’s, conhece a excêntrica Biba Capel, uma jovem aspirante a atriz para quem a vida é uma grande festa. Aos poucos, Karen deixa para trás sua antiga rotina e mergulha no mundo de excessos de Biba e seu irmão Rex, por quem aos poucos se apaixona. Mas essa viagem sem limites chega ao fim com um trágico acontecimento, e Karen fará tudo para que um terrível segredo do passado nunca seja revelado.





BEAUVOIR APAIXONADA, de Irène Frain

O mundo todo conhece a lendária Simone de Beauvoir, uma das maiores intelectuais do século XX, figura de proa do feminismo e companheira de Jean-Paul Sartre. Mas o que sabemos sobre a mulher apaixonada e dividida que se escondia por trás do ícone?
Em 1947, em uma longa viagem aos Estados Unidos, Simone de Beauvoir conhece o escritor Nelson Algren, com quem vai se envolver no caso de amor mais intenso de sua vida.
Com base nas obras dos envolvidos, em arquivos muitas vezes inéditos, fotografias, entrevistas e citações de pessoas próximas, Irène Frain reconta de maneira singular a história da paixão entre a personagem mais importante da liberação feminina e o bad boy da literatura americana, fazendo renascer a magia e a ilusão dos amores impossíveis – aqueles que não se esquecem jamais.


O SONHO DE UMA FILHA, de Francine Rivers

Crescer não é fácil para a pequena Carolyn. Com a mãe isolada por causa da tuberculose, a menina cria um laço especial com a avó. Mas, à medida que as tensões entre as duas mulheres aumentam, Carolyn se sente culpada. Quando a mãe volta a trabalhar e a avó vai embora, Carolyn e o irmão são criados praticamente sem a supervisão dos pais, o que trará consequências nefastas.
A faculdade dá a Carolyn a oportunidade de se encontrar, mas uma tragédia na família abala sua recém-conquistada independência. Em vez de voltar para casa, ela corta todos os laços e se perde na intoxicante contracultura de San Francisco. Quando reaparece dois anos depois, grávida e mais desorientada do que nunca, ela precisa construir uma vida para si e para o bebê.
Exatamente como Carolyn, sua filha, May Flower Dawn, desenvolve uma ligação mais forte com a avó do que com a mãe, provocando mais uma rixa entre gerações. Mas, conforme cresce e se torna uma moça gentil e generosa, Dawn vai lutar para evitar os erros de seus antepassados, prometendo ser uma ponte entre as mulheres da família, e não um muro que as separe para sempre.


FANTASMAS NA BIBLIOTECA, de Jacques Bonnet

Com Fantasmas na biblioteca: a arte de viver entre livros, a Civilização Brasileira oferece ao leitor brasileiro uma das obras mais importantes do mundo sobre bibliofilia, a arte de colecionar livros. Uma publicação para quem gosta de livros, bibliotecários, livreiros e leitores fanáticos que perseguem livros quando são perseguidos pela fome de ler.







Quais destes irão para a sua lista de desejados?
Para a minha foram O Ladrão de Cadáveres, Louca para Casar, A Árvore Envenenada, Beauvoir Apaixonada e Fantasmas na Biblioteca! :D

Ahh, outra ótima notícia é que a Record renovou a parceria com o blog!
Isso significa que teremos um ano repleto de novidades literárias por aqui! \o/

Bom "resto" de semana pessoal!

Amanhã eu volto com mais calma. :) Fui!!

20.4.13

Promoção: Ladrão de Almas

Oi pessoal!

Quem quer ganhar um super kit do livro Ladrão de Almas, de Alma Katsu, publicado pela editora Novo Conceito?

Se você ainda não conhece o livro, confira a resenha AQUI.


Curtiu? Quer participar? Então, siga as regras abaixo! ;)


1 – Ser seguidor público do blog (não precisa ter blog, basta ter uma conta no Google, Yahoo, etc.);


2 – Deixar um comentário dizendo: Quero conhecer o Ladrão de Almas!;

3 – Residir no Brasil;

4 – Preencher o formulário (Rafflecopter) abaixo:


ATENÇÃO:

  • A promoção inicia hoje e vai até às 23h59min do dia 23/05/13. O sorteio será realizado pelo Rafflecopter e a divulgação do resultado será feita no dia 24/05/13 aqui no blog;
  • O ganhador terá 48 horas para responder a mensagem que enviarei solicitando os seus dados. Caso eu não obtenha resposta, irei sortear outro número.

Boa sorte!! \o/

17.4.13

Ladrão de Almas

Oi pessoal!

Finalmente retornando com novidades!

O resultado do sorteio do kit do livro Um Porto Seguro, do Nicholas Sparks, demorou, mas saiu! \o/ O nome da ganhadora está lá no post da promoção, no formulário do Rafflecopter: AQUI.

Se você não ganhou, não desanime. Pois, vai começar nesta semana o sorteio de um kit do livro Ladrão de Almas, de Alma Katsu, publicado pela editora Novo Conceito.

Ainda não conhece o livro? Então, vamos à resenha!! \o/

Posso dizer que este livro surpreendeu-me bastante! Pois, pela capa e pela sinopse, eu esperava que se tratasse de apenas mais um livro teen de fantasia. No entanto, é muito mais que isso!

Deparei-me com um livro obscuro, por vezes violento, e com personagens melancólicos.

A narrativa da autora transita entre o passado e o presente, fazendo com que você conheça profundamente a personagem principal e acompanhe as suas ações no presente.

A personagem principal é Lanore McIlvrae - Lanny - uma garota que mora em um pequeno vilarejo chamando St. Andrew.

Lanny possui um grande problema... É apaixonada por Jonathan que, além de ser seu amigo de infância, pertence à uma família de grande prestígio, a do fundador da cidade.

Já, Lanny, faz parte de uma família que vive basicamente da agricultura e não possui nenhum grande título... Fato que faz com que o seu casamento com Jonathan seja algo impossível de ser realizado.
A única possibilidade de essa união acontecer seria somente através da fuga de ambos da cidade. Porém, Jonathan não gosta tanto assim de Laine para fazer algo do tipo.

Além disso, Jonatahn é o "garanhão" da cidade. Devido ao seu sobrenome de prestígio e à sua beleza deslumbrante, as garotas jogam-se aos seus pés! Isso faz com que ele tenha infinitas possibilidades de romance em sua vida, deixando Lanny como uma das últimas opções... (hehe)

Mas, Lanny, mesmo sabendo que Jonathan utiliza de sua beleza e riqueza para atrair as meninas e levá-las para a cama, ela não resiste aos seus encantos e isso lhe irá trazer grandes consequências...
Uma delas, é que irá cair nas mãos de Adair, um cara perverso e sem escrúpulos que poderá arruinar a sua vida...

Não vou falar mais sobre a história para não estragar as surpresas que ocorrem no decorrer da leitura - que não são muitas... :p
Pois, o livro, apesar de conter bastantes páginas (430), não possui muita ação. Por vezes, inclusive, o achei monótono e segurei-me para não deixá-lo de lado.

O clima obscuro lembrou-me bastante o universo dos vampiros. Então, isso foi outro fato que me deixou um pouco entediada com a leitura... Pois, não trouxe grandes novidades.

No entanto, o livro é muito bem escrito e os personagens bem desenvolvidos.

Só que, mesmo os capítulos alternando-se entre o passado e o presente, a autora deteve-se muito no passado e pouquíssimo no presente.
Talvez isso mude nos próximos livros... Como é uma trilogia, acredito que a autora deixou para desenvolver melhor o presente da personagem nos volumes seguintes.

Quanto à personagem principal - Lanny - eu fiquei enjoada dessa garota. Sério mesmo!
Pois, ela passa livro inteiro se lamentando por Jonathan e fica, sempre que tem a oportunidade, correndo atrás do cara. Acho que faltou alguém dizer para ela: parte para outra garota! A fila anda!!

Mas, não... Ela não desiste... O.O

Enfim... Esses detalhes me cansaram um pouco no decorrer da leitura. Mas, de um modo geral, gostei do livro e pretendo ler a continuação. Pois, apesar dos pesares, fiquei curiosa para saber como essa história irá terminar.

Outro fato importante de mencionar é a capa... Gente, é linda! Não só a aparência, mas, também, a textura. A capa parece emborrachada. É muito gostosa de tocar! A NC, tem caprichado em seus livros!

Para quem curte livros sombrios, contendo mistério e romance, indico!

Avaliação:


Skoob:

Sinopse:
No turno da noite de um hospital no estado do Maine, o Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas, no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos. Lanny não é como as outras pessoas que Luke conheceu. E Luke fica, inexplicavelmente, atraído por ela... Mesmo sendo suspeita de assassinato; e conforme Lanny conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassam tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relato apaixonado começa na virada do século 19 na mesma cidadezinha de St. Andrew, quando ainda era um templo puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny fará qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela tem de pagar é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação depende totalmente de seu passado. De um lado um romance histórico, de outro uma narrativa sobrenatural, Ladrão de Almas é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional, não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir. E revela como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.

Aproveite para assistir ao Book Trailer!


Por hoje, é isso... Até a próxima galera! ;)
Bom "meio" de semana! :p

5.4.13

Uma Questão de Confiança

Oi pessoal!

Em primeiro lugar, obrigada a todos comentários e opiniões no post anterior! Adorei! \o/
Aos poucos, estou respondendo tudo. :)

E, em segundo, terminei de ler o livro Uma Questão de Confiança, de Louise Millar, publicado pela editora Novo Conceito. Apesar de ser um suspense leve, acabei gostando bastante. Pois, achei os personagens bem desenvolvidos e o livro bem escrito.

A narrativa da autora é bastante interessante, pois segue o mesmo estilo da Emily Giffin. Isto é, os capítulos são narrados por diferentes personagens, tornando a trama interessante e fazendo com que conheçamos profundamente cada protagonista da história.

Em Uma Questão de Confiança, temos três personagens principais, que narram a história.

Primeiramente conhecemos Callie, mãe solteira de uma menina de quatro anos chamada Rae.
Callie quer mudar a sua vida, pois está cansada de não trabalhar e depender do ex-marido para pagar as contas. No entanto, tem medo de retomar a sua antiga vida profissional devido à Rae. Ela se sente insegura de deixar a filha aos cuidados de outras pessoas, já que a menina tem um sério problema de saúde...

Em contrapartida, conhecemos Suzy, vizinha e amiga de Callie.
Suzy é uma dona de casa dedicada, casada e mãe de três garotos. Suzy anda com vários problemas em seu casamento, pois precisa conviver com a indiferença de seu marido e com a suspeita de que ele esteja tendo um caso.

E, por último, conhecemos Debs, a nova vizinha de Callie e Suzy, que parece ser muito estranha...
Debs é casada e passa a trabalhar na escola onde os filhos de Callie e Suzy estudam.

Tudo vai bem até o dia em que Rae, filha de Callie, sofre um acidente quando estava aos cuidados de Debs e Suzy. A partir daí, começamos a conhecer o lado obscuro das duas personagens e, inclusive, de Callie.
Todas tem segredos que, aos poucos, passam a ser revelados.

Em vista disso, achei a leitura muito interessante. Pois, você fica louca (o) para saber o que irá acontecer e o que mais essa mulherada está escondendo...

O início do livro é morno... A autora começa a apresentar as personagens lentamente a você. Porém, com o decorrer da leitura, você fica completamente envolvida (o) na história de cada uma e sente como se as conhecesse há muito tempo.

Por alguns momentos a história foi surpreendente e, outros, um pouco previsível.
Mas valeu cada página!

Confesso que fiquei em dúvida quanto à nota que daria ao livro... Três ou quatro estrelas?
Quanto à história, eu daria três estrelas. Mas como a narrativa da autora é gostosa e os personagens muito bem construídos, concluí que o livro mereceria quatro estrelas.

Outro item importante de mencionar é o capricho da editora Novo Conceito com a parte gráfica. A capa é linda demais e a primeira página de cada capítulo tem uma tonalidade diferente - um degradê em cinza.


São esses detalhes que continuam fazendo com que eu continue comprando livros e não aderindo totalmente aos e-books.

Enfim... Se você está com vontade de ler um suspense leve e bem escrito, Uma Questão de Confiança é uma ótima pedida!

E, se você curtia a série Desperate Housewives, provavelmente irá gostar bastante da leitura! Pois, o livro lembrou-me bastante a série...


Avaliação:


Skoob:
http://www.skoob.com.br/livro/284544-uma-questao-de-confianca

Sinopse:
Em um subúrbio tranquilo de Londres, algumas mães se ajudam através de amizade, favores e fofocas. No entanto, algumas delas não parecem confiáveis e outras têm segredos obscuros. Quando Callie se mudou para seu novo bairro, pensou que seria fácil adaptar-se. Contudo, os outros pais e mães têm sido estranhamente hostis com ela e com sua filha, Rae, que também descobriu como é difícil fazer novas amizades.
Suzy, seu marido rico e seus três filhos parecem ser a única família disposta a fazer amigos, mas, recentemente, a amizade com Suzy anda tensa. Ainda mais com a atmosfera pesada que pairou sobre o bairro após a chegada da polícia e o relato de um possível suspeito morando no bairro.
O que Callie e sua pequena Rae podem esperar? Em quem confiar? E, sobretudo, como imaginar que certas atitudes rotineiras podem colocar em risco a vida de sua pequena filha? Verdades e mentiras parecem se esconder nestas pequenas casas.

Clique AQUI para mais detalhes no site da Novo Conceito.
E aproveite para conferir outros lançamentos!


Por hoje é isso... Bom fim de semana pessoal! \o/

2.4.13

Vale a pena abrir uma livraria?

Oi gente!

Como falei ontem, ando com umas ideias meio loucas... do tipo abrir uma livraria no interior.
Mas não seria uma simples livraria. Seria um ambiente familiar e aconchegante, com o objetivo de reunir pessoas para trocar ideias sobre livros e tomar um belo café.


Na porta, teria um sininho anunciando quem entra e a livraria teria uma programação repleta de coisas legais, como: clube do livro, espaço para discussão sobre clássicos, encontro de blogueiros, apresentação de filmes que são adaptações de obras literárias (com direito à pipoca), contação de histórias para as crianças, dia de balaio e, inclusive, um dia especial para se trocar livros.


Enfim, tenho muitas ideias, já que os livros são a minha paixão. Mas, ao mesmo tempo, é algo que dá medo de tocar adiante... Pois, será que hoje em dia ainda vale a pena investir em uma livraria?

Como sabemos, os e-books estão aí! E, agora com a Amazon no Brasil, muita gente está aderindo à nova moda.

No entanto, eu, por exemplo, mesmo tendo entrado na era digital, continuo comprando livros da mesma forma que comprava antes. Pois, para mim, não há nada melhor do que ter o livro físico em mãos.
Poder folhear as suas páginas, admirar a sua arte, sentir o seu cheiro... São prazeres que os e-books não me dão.

Mas não sei se todos pensam assim...


Será que agora com a Amazon no Brasil as livrarias começarão a quebrar? Ou será que continuará tudo na mesma, já que quem gosta de livros sempre acaba os comprando de qualquer forma?

Então, a pergunta que não quer calar é, vocês acham que ainda vale a pena investir em uma livraria?

Gostaria de ouvir ler a opinião de vocês... :)

Então, grita aí!!

Obs.: as fotos são do filme Mensagem para Você, que amoooo!

1.4.13

Lidos em março!

Oi gente!

Como vocês estão?
Faz tempo que não consigo ver as novidades de vocês. :(
Até o meu blog está devagar quase parando devido à correria do dia-a-dia.

Mas isso tem me feito pensar... Será que vale a pena continuar vivendo dessa forma, sem tempo para nada e sempre cansada? Será que não está na hora de mudar um pouco esse estilo de vida? Um cotidiano acelerado não é legal... Tanto que, no momento, estou doente em casa. Chegou a hora em que o meu corpo gritou "para"! Então acho que está na hora de eu começar a ouvi-lo...

Enfim... Ando com umas ideias mirabolantes em minha cabeça e irei dividi las com vocês! Mas isso será assunto para um próximo post... ;) Hihi!

É que início de mês é sempre época de se fazer um balanço do mês que passou e, inclusive, dos livros que foram lidos.
Em março, não consegui ler muito. E fiquei decepcionada ao notar que não li nenhum clássico. :( Preciso modificar isso agora em abril.

Foto: Verdel que, assim como a dona, adora cheirar livros.

Por incrível que pareça, nenhum livro me marcou em março.
Todos foram leituras medianas... Nenhum foi mais que três estrelas.

O primeiro que li foi O Príncipe da Névoa, de um dos meus autores preferidos, Carlos Ruiz Zafón. E, o segundo, foi Um Porto Seguro, do Nicholas Sparks, que está com uma promoção em andamento aqui no blog! Aproveite e participe! \o/


- O Príncipe da Névoa, de Carlos Ruiz Zafón: fiquei um pouco decepcionada com esse livro... Mesmo sendo voltado ao público juvenil, eu estava esperando mais. O ambiente segue o mesmo estilo dos outros livros do autor, sombrio e repleto de mistérios. Achei a trama interessante e só consegui largar o livro quando cheguei ao final, mas acho que autor deveria ter explicado melhor os acontecimentos. Achei a história muito fora da realidade e as explicações que surgiram durante a trama não me convenceram. Mas, de qualquer forma, é uma boa história e vale a pena ser lida.

- Um Porto Seguro, do Nicholas Sparks: mais um livro em que o autor repete a mesma fórmula de suas outras obras - um casal que se apaixona e possui alguma história/passado triste, um personagem secundário carismático e um vilão. Se você começa a ler os livros do Sparks, começa a enjoar com o passar do tempo. Pois, o autor torna as suas histórias repetitivas e, como eu disse antes, sempre segue o mesmo script. Então, você até já sabe o que irá acontecer com cada um dos personagens... Mas, mesmo assim, ainda gosto das obras do cara. Pois, a narrativa é gostosa e as histórias sempre acabam sendo envolventes. Porém, está mais do que na hora de o Sparks dar uma virada nisso, né? (confira a resenha completa AQUI)


- O Enigma do Morango, de Joanne Fluke: acho essa coleção da Fluke gostosa! Os livros são levinhos, do tipo que não acrescentam muita coisa à sua vida... Porém, são leituras agradáveis e até mesmo divertidas. Sem falar nas receitas que a personagem principal prepara que são de dar água na boca! Em O Enigma do Morango, a confeiteira Hanna irá tentar desvendar mais uma morte que acontece na pequena cidade em que mora. E, para variar, ela se mete em algumas enrascadas... (confira a resenha AQUI)

- Garota Exemplar, de Gillian Flynn: esse foi o pior livro que li no mês! Não sei por que perco tempo com esses livros que causam tanto "alvoroço"... Pois, sempre me decepciono! Achei a história impossível de se acreditar e muito forçada. Sem falar que, conforme o que se fala por aí, eu esperava personagens muito desenvolvidos e profundos. No entanto, deparei-me com mais um Cinquenta Tons... Personagens rasos e forçados. Esse é o tipo de livro que procura agradar às grandes massas... Então, se você é mais exigente, também poderá se decepcionar...


- Nove Plantas do Desejo e a Flor de Estufa, de Margot Berwin: se eu fosse ler um livro pela capa, com certeza não leria esse. Pois, não consigo simpatizar com essa capa. Mas, como a sinopse prometia, resolvi dar uma chance ao livro. Esse é o tipo de livro para quem gosta de plantas! E, como eu adoro, estava encantada com a leitura! No entanto, da metade para o fim, parece que a autora fuma um baseado junto com os personagens e se perde na história. O.o Fica tudo muito louco, difícil de se acreditar. Então, isso fez com que o livro perdesse vários pontos comigo. Mas, de uma maneira geral, gostei da leitura! Achei interessante e divertida, vale a pena!

E, agora, estou lendo Uma Questão de Confiança, de Louise Millar.

Foto: a modelo se chama Kitty!

Estou achando a leitura agradável e curiosa... Do tipo que você fica com vontade de saber o que irá acontecer no capítulo seguinte. Se parece um pouco com a série Desperate Housewives. Vocês já assistiram? Pois é... Então vamos ver como essa história irá terminar!

E vocês pessoal? O que leram de bom no mês passado?
Algum livro os marcou? Qual?

Grita aí!! :D

Obs.: como não estou conseguindo retribuir todas as visitas, vou responder os comentários por aqui mesmo... :)

Últimos Instagrams

© Pensamento Tangencial. Design by FCD.