2.10.13

Aconteceu em Paris

Depois de ter lido Precisamos falar sobre o Kevin, me deu sede de ler um chick-lit. Algo leve e divertido para descontrair e descansar a cabeça.

Então, não pensei duas vezes em pegar Aconteceu em Paris, de Molly Hopkins, para ler.

Desde que esse livro foi lançado pela editora Novo Conceito, fiquei louca por ele! \o/ Pois, além de possuir uma capa fofa e uma sinopse que promete, a história se passa em uma cidade que amo - Paris!

Porém, apesar de tudo disso, a leitura não me conquistou. :(

Fiquei bastante decepcionada, pois achei a história fraca e os personagens rasos, sem carisma algum.

Por mais que eu tenha tentado, não consegui gostar da personagem principal, que se chama Eve Dexter. Achei ela extremamente irritante e fútil! Então não rolou química. E, você ler um livro sem se identificar com os personagens, fica difícil.

A história tem como foco Eve, uma mulher de vinte e poucos anos, que está desempregada, sem namorado e querendo perder alguns quilos. Ela divide um apartamento com sua amiga Lulu, que é Enfermeira e o oposto dela.

No decorrer dos dias, Eve fica sabendo que tem uma vaga em aberto para guia turístico. Mas o problema é que ela não tem experiência alguma na área... Em vista disso, resolve mentir um pouco bastante em seu currículo para conseguir a vaga e essa tática dá super certo! Uns dois dias depois, Eve parte para Paris rumo à sua primeira excursão. E, para a sua grande surpresa, o motorista do seu ônibus é um cara lindo e envolvente, com quem ela não pensará duas vezes em se envolver.

Em resumo, a história é apenas essa. Eve fazendo suas excursões, se metendo em situações que não convencem e transando em todos os cantos com Rob - o motorista bonitão por quem ela se apaixona. :s

Isso mostra o quanto não é fácil escrever um chick-lit. Pois, se não tem alguma profundidade e uma narrativa envolvente, fica muito difícil de acreditar nas situações em que a protagonista se envolve, tornando a história enfadonha e boba.

Realmente a fórmula utilizada pela autora Molly Hopkins, não funcionou para mim.

Mas, não é por não ter dado certo para mim, que não dê para você também.

Então, se você estiver afim de ler um romance bem leve, com uma pitada de erotismo e diversão, Aconteceu em Paris é uma boa pedida! Agora, se você estiver esperando encontrar um grande chick-lit, poderá se decepcionar. Pois, a meu ver, Hopkins, ainda está muito longe das divas como, Kinsella, Keyes e afins...

Avaliação:



Sinopse:
Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris.Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais!
O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.


Confira mais informações sobre a obra no site da Novo Conceito.
Aproveite para espiar outros lançamentos! ;)



Book Trailer:


Por hoje é isso galera!
Até o próximo post!! :D

10 comentários

  1. Oi Angélica, tive uma dificuldade imensa de terminar esse livro. A história não me convenceu e eu não aguentava a Eve e seu jeito fútil. Larguei a leitura várias vezes e pensei em desistir de vez, mas fui até o fim e com isso só comprovei a minha teoria de que a história era muito sem graça mesmo.
    Acho que a história só melhorou um tiquinho perto do final, mas foi só um pouquinho mesmo. Uma história que não me convenceu.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caline!

      Ainda bem que não fui a única!! :D
      Li tantos elogios lá no Skoob que fiquei me sentindo uma E.T.! O.o

      Beijos!

      Excluir
  2. Eu adoro chick-lits mas em geral eles já costumam ter enredos mais "fraquinhos". Se os personagens são rasos demais, aí não dá mesmo. Acho que é um gênero que sempre nos conquista pelos personagens, mais do que pela trama, então eles precisam ser bem construídos. Desanimei :S

    Beijocas
    http://nossosromancesadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso Larissa... Concordo com você. :) Beijos!

      Excluir
  3. Particularmente, não sou muito fã de chick-lits, mas gosto de boas narrativas com bons personagens. Só de ler sua resenha, esse livro já me deixou com um pé atrás - sem gostar do personagem é realmente impossível ler um livro. Triste, né?

    Luisa
    http://degradeinvisivel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Luu... personagens fúteis me estressam. :/
      Beijos!

      Excluir
  4. Eu não tinha muita vontade de ler o livro, agora com a sua resenha então... fiquei menos empolgada ainda!
    Quem sabe mais pra frente né, eu não dê uma chance ao livro...

    Beijo
    http://heysisteraj.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simm, Amanda! Pois, só lendo para saber se iremos gostar ou não. :) Beijooo!

      Excluir
  5. Oi... primeiramente, desculpa não comentar sobre o post, é que esse comentário é offtopic, eu gostaria de saber de vc, se vc levou adiante o projeto da livraria? e se sim como foi. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi May! :D
      Ainda não... Esse projeto só será colocado em prática se eu for para o interior. Por enquanto, continuo na capital... Mas vai chegar a hora!! :)
      Que legal você ter lembrado!!
      Apareça mais vezes por aqui. :)
      Beijos!

      Excluir

Comente, participe dos bate-papos que rolam por aqui!!

Últimos Instagrams

© Pensamento Tangencial. Design by FCD.