28.7.14

Os Três

Eu não gosto de fazer resenhas de livros que não curti.

As resenhas que faço costumam servir para compartilhar/indicar um livro que li e gostei com vocês.
No entanto, esta será uma exceção. Pois as editoras, tem como regra, que façamos a resenha do livro que foi solicitado para poder nos liberar o pedido de outro. Regra extremamente justa, claro! Mas que, acaba sendo uma tortura, quando não temos vontade de falar sobre um determinado livro. E, principalmente, devido ao fato de eu não saber ser muito "delicada" em minhas colocações.

Então, aí vai... Preparem os olhos e fechem os ouvidos. O.o Pois, esta resenha dará pano para a manga!

Infelizmente, terei que iniciar dizendo que detestei o livro!
A sinopse possui uma premissa extremamente interessante e uma capa intrigante, impossível de resistir aos seus encantos. No entanto, o conteúdo, é péssimo!

O livro é sobre a queda de quatro aviões, que ocorre simultaneamente em diversos locais do mundo. E o mistério gira em torno de três sobreviventes - três crianças.

A narrativa é feita através de uma seleção de entrevistas, relatos, etc., de uma mulher que quer escrever um livro com teor investigativo sobre os fatos ocorridos. Então, todo o livro é composto por relatórios e mais relatórios sobre os acidentes dos aviões. Assim como, relatos dos familiares, conversas em chats, telefonemas, entre outros.

Não tem como negar que a estratégia utilizada pela autora Sarah Lotz foi criativa. Porém, o livro se torna uma "encheção de linguiça" daquelas... Muitas páginas sem conteúdo significativo algum!

Voltando ao mistério, que a autora tenta criar mas, a meu ver, não consegue dar conta, é que as três crianças sobreviventes - apesar de estarem ilesas - retornaram com o comportamento estranho. Elas agem como se nada tivesse acontecido, como se não tivessem sentimentos e fatos estranhos começam a ocorrer ao redor delas.
Então começam a surgir diversas especulações sobre conspirações políticas, extraterrestres, etc.

Os personagens são muito fracos. A autora não consegue fazer com que sejamos cativados por nenhum deles. :/ Todos são muito superficiais...

E o final... faz com que você se pergunte por que perdeu tantas horas da sua vida lendo algo tão ruim assim. Faz com que você reflita o quanto a vida é curta para se perder tempo... Também faz você pensar que tem tantos livros bons guardados e leu isto?! Enfim... De alguma forma, leva à reflexão! :p

Quanto à diagramação, achei a arte da capa muito bacana! Do tipo sinistra, que dá curiosidade de ver o que tem dentro! Porém, a qualidade do material utilizado é baixa. :(

O livro não tem "abas" e a capa se entorta sozinha. Parece que tem vida própria! Sério mesmo! Se você deixar o seu livro repousando sobre alguma superfície, ele começa a criar vida e a se entortar sozinho! Chega a dar medo!!


Enfim... Se vocês estiverem com vontade de ler algo diferente, vão em frente.
Mas, caso se arrependam de ter perdido horas de suas vidas, não digam que eu não avisei...

Não indico!

Avaliação:




Skoob:
http://www.skoob.com.br/livro/384953-os-tres

Sinopse:
Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo.

Clique aqui para mais informações no site da editora Arqueiro.
Aproveite para ler um trecho da obra.


* E você? Vai arriscar?
Vale lembrar que cada um tem um gosto diferente.
O que pode ter sido muito ruim para mim, pode vir a ser muito bom para você.
Então só lendo para saber... ;)

23.7.14

Caixa do correio

Hoje está um dia frio e chuvoso, daqueles perfeitos para ficar enrolada em uma coberta lendo um bom livro!

E acho que, para tornar esse meu dia mais que gostoso, vou escolher uma das novidades que chegou por aqui para ler...

Através das minhas trocas no Skoob, recebi o aclamado As Horas, de Michael Cunningham, e O Lado Mais Sombrio, de A. G. Howard.
As Horas é maravilhoso!!!! Assisti ao filme e terminei a leitura do livro nesta semana. Entrou para os meus favoritos! Será a próxima resenha. ;)


Já, a editora Arqueiro, enviou Os Três, de Sarah Lotz. Eu estava super curiosa quanto a esse livro! Contudo, iniciei a leitura há dois dias e até agora não me prendeu muito a atenção. :s Está parecendo-me um livro mediano... Mas vamos ver... Espero que melhore.


E enviou, também, Julieta, de Anne Fortier. Faz um bom tempo que eu queria esse livro! Não resisti quando vi o lançamento dessa nova edição e fiz a solicitação correndo!! \o/


A Geração Editorial enviou Sem Clima para o Amor, de Rachel Gibson, e O Segredo de Ella Micha, de Jessica Sorensen.
Destes, o que eu mais quero ler é Sem Clima para o Amor. Pois, os livros da autora costumam ser muito gostosos! Leituras leves e divertidas para passar o tempo!


E, ainda, da Geração Editorial chegou Como Viver Eternamente, de Sally Nicholls, e O Enigma das Estrelas, de F. T. Farah.


Agora estou em dúvida se continuo lendo Os Três ou se inicio a leitura de O Lado Mais Sombrio. Hihi! A única coisa que tenho certeza é que farei um bom café, sentarei no sofá, me enrolarei na minha coberta que fica na sala, ficarei em companhia dos meus gatos e da minha pequena pinscher - que estão tudo em cima de mim neste momento haha - e pegarei um desses livros para ler.

Depois digo para vocês qual deles acabou sendo o escolhido. :)

E vocês? O que estão lendo no momento??
Gritem aí!! \o/

* Boa tarde a todos!! E que venham mais dias chuvosos... #AMO

22.7.14

Dolce Gusto vale a pena?

Quem não resiste a um belo café, levanta a mão! o/

Há tempos eu estava querendo uma cafeteira dessas para matar a minha fissura por cappuccinos, mochaccinos e afins.
Depois de muito pesquisar, optei pela Dolce Gusto que é compacta, faz cafés quentes e gelados, e tem um preço "bom".

A cafeteira é lindinha! Possui um design moderno irresistível. Já, os seus cafés... São bons, mas eu esperava mais.


As cápsulas são muito caras. A cada duas, que são necessárias para fazer uma combinação de café, rende aproximadamente 200 ml (uma caneca). Sendo que, a quantidade de café que rende, depende do tipo... Alguns rendem mais, outros menos. A média é de 8 cafés por caixa.


O café espresso é um dos que não vale muito a pena! Pois, cada cápsula rende apenas uma minúscula xícara. Isto é, aquele típico cafezinho após o almoço. O sabor é gostoso, mas pagar uns R$ 23,00 - R$ 26,00 por uma caixa não compensa muito...

Até agora provei o cappuccino, o mochaccino e o espresso. Dentre eles, o que eu mais gostei foi o mocha. O cappuccino é bom, mas achei meio aguado... Mesmo colocando a quantidade de água sugerida na caixinha das cápsulas.


Outro problema que achei na máquina é que o café fica morno. Sempre que faço um capuccino ou um mocha, preciso colocar a caneca no microondas para esquentar. :s

Foram somente os primeiros. Agora, que peguei jeito com a máquina, os cafés estão quentes e deliciosos!


Mas, de um modo geral, gostei da adorei a aquisição!

Se você gosta de preparar cafés diferentes e gostosos, a máquina Dolce Gusto é uma boa pedida. Porém, quanto ao custo benefício, ainda não sei se valeu muito a pena. * Agora que provei os mais diversos cafés e tipos de chocolates quentes, cheguei à conclusão de que valeu super a pena!!

Principalmente, neste momento, que está fazendo muitooo frio aqui no sul!

Um cafezinho diferente a cada dia... Cafés especiais em casa, sem precisar ir a uma cafeteria. \o/

17.7.14

Festa no Covil

Nossa, já se passaram 10 dias?!
O tempo está passando muito rápido!! Não deu tempo nem de eu retribuir as visitas. O.o Mas respondi os comentários no post. Então, se você comentou o post anterior, dê uma espiada. ;)

Este é o segundo livro que leio do Juan Pablo Villalobos e, assim como o outro, Se vivêssemos em um lugar normal (mini resenha aqui), entrou para os meus favoritos.

A narrativa do autor é extremamente envolvente e viciante! O seu toque de sarcasmo e humor negro conquistam o leitor nas primeiras páginas!

Festa no Covil é um livro pequeno, com apenas 88 páginas, que você lê em uma tacada só! Pois, não consegue largá-lo enquanto não chega ao fim.

A história é sobre um menino, chamado Tochtli, filho de um traficante mexicano muito rico, que não tem mãe, dono de uma imensa coleção de chapéus e, conforme o autor, precoce para a idade.

"Algumas pessoas dizem que eu sou precoce. Dizem isso principalmente porque pensam que sou pequeno pra saber palavras difíceis. Algumas das palavras difíceis que eu sei são: sórdido, nefasto, pulcro, patético e fulminante." (página 9)

Esse é o primeiro parágrafo do livro e, pelas palavras que o menino utiliza, já podemos imaginar o que nos espera nas próximas páginas...

Um cotidiano inusitado composto por  situações e pessoas nefastas, sórdidas e até mesmo patéticas. 

Um pequeno príncipe do narcotráfico, que vive isolado em uma mansão, repleta de quartos proibidos de serem entrados, que sonha em ter um hipopótamo anão da Libéria e nos diverte com suas sacadas inteligentes e bem-humoradas.
Um pai, que é como um rei, que lhe dá tudo. Contudo, não permite que o chame de pai. Um professor, de imagem dúbia, que sonha em se mudar para um local isolado e se tornar escritor.

Festa no Covil não é um livro fácil de definir.
Uma história adulta, contada pelo ponto de vista de uma criança, que nos remete a momentos de inocência e reflexão. Um livro fininho, mas com muito conteúdo!

Enfim... Uma leitura que SUPER RECOMENDO!

Avaliação:



Skoob:
http://www.skoob.com.br/livro/218579

Sinopse:
O romance de estreia de Juan Pablo Villalobos é surpreendente em muitos sentidos. Breve e incisivo ao revelar a face mais violenta da realidade (não apenas)mexicana sob uma ótica insólita, entra no cânone da narcoliteratura sem ceder aos tiques próprios do subgênero. Em 'Festa no Covil', a vida íntima de um poderoso chefe do narcotráfico , Yolcault, ou "El Rey" é narrada pelo filho. Garoto de idade indefinida, curioso e inteligente, o pequeno herói, que vive trancado num "palácio" sem saber a verdade sobre o pai, reconta sem filtros morais o que presencia ou conhece pela boca dos empregados ou pela tevê. Seu passatempo é investigar secretamente os mistérios que entrevê, colecionar chapéus e palavras difíceis e pesquisar sobre samurais, reis da França e animais em extinção, sempre com o auxílio de seu preceptor, um escritor fracassado egresso da esquerda. 

Até o próximo post pessoal!! ;)

7.7.14

Dia de cupcakes!


Faz algum tempo que venho namorando essa máquina de fazer cupcakes da Britania...
O clima frio e chuvoso que tem feito aqui em POA fez com que a tentação se tornasse realidade! \o/
Comprei a máquina e dois livros de receitas no Submarino.

Ela é super bonitinha! Além de vir alguns acessórios para fazer as coberturas, vem também um pequeno livro de receitas. A Kitty (mega curiosa) foi a primeira a fuxicar nas novidades...


A máquina faz até 7 mini cupcakes em um tempo máximo de 8 minutos.
E, além dos bolinhos maravilhosos, você também pode utilizar a máquina para fazer muffins, pão de queijo e bolinho de chuva.


Junto com a máquina, comprei esses dois livros que possuem inúmeras receitas deliciosas!


O livro maior, Muffins & Cupcakes, é lindo demais! É de capa dura e possui receitas elaboradas! A diagramação é simplesmente perfeita! É impossível não ficar com água na boca ao ver as fotos! O valor foi R$ 29,90.



Já, o outro livro, 200 Receitas de Cupcakes Delicados, possui um tamanho pequeno e diagramação é simples. Porém, foi o livro que mais gostei. Pois, possui receitas mais fáceis de serem feitas e as salgadas parecem ser deliciosas! O valor do livro foi R$ 19,90.




Assim que eu terminar este post, será a grande estreia da máquina! \o/
Vou tirar fotos dos cupcakes que eu fizer para mostrar para vocês como ficou... :)

Se vocês não aguentarem a curiosidade até um próximo post, podem espiar em meu Instagram hihi: http://instagram.com/angelicaroz

E vocês? Também gostam dessas delícias?
Já se arriscaram a colocar a mão na massa?

Gritem aí!! :D

4.7.14

Tamanho 44 também não é gorda

Na segunda aventura de Heather Wells, nos deparamos com um mistério no alojamento estudantil que ela administra: a cabeça de uma das estudantes é encontrada dentro de uma panela no refeitório. Quem foi o responsável por essa atrocidade?

A polícia irá descobrir quem é o assassino ou será que Heather irá se intrometer na investigação, fazer muitas trapalhadas, e descobrir quem é o (a) criminoso?

Sendo um livro da Meg Cabot, a gente sabe que é a segunda opção, né? Hehehe! :p

Tamanho 44 também não é gorda é o segundo volume da série Mistérios de Heather Wells.
A série é composta por cinco livros, sendo que o último ainda não foi lançado no Brasil.

A personagem principal, como já deu para notar, se chama Heather Wells.
Heather é uma cantora pop fracassada, de 28 anos, que acabou se tornando inspetora de um conjunto residencial na Universidade de Nova Iorque e morando na parte de cima da casa do ex-cunhado Cooper.
Heather é o tipo de garota que adora colocar o nariz onde não foi chamada e isso faz com que ela se envolva em diversas confusões. Como o título do livro sugere, Heather briga com o excesso de peso. Porém, não é daquelas pessoas chatas e frustradas, que fica chorando e se lamentando pelos cantos. Muito pelo contrário! É divertida e sabe se amar do jeito que é.

No segundo volume, a estrutura da história segue da mesma forma que no primeiro: acontece um crime na universidade, que precisa ser desvendado.
Em paralelo, temos os dramas e romances da personagem principal. Com personagens secundários bacanas e bem construídos.

Os livros dessa série, para mim, estão longe de ser algo do tipo inesquecível. Porém, são ótimas opções para quem quer ler algo leve, do tipo chick-lit com pitada de suspense.
Eu me divirto com Heather! Apesar de suas inseguranças, é uma mulher de fibra, cheia de atitude e carisma.

Uma das frases que mais gostei no livro foi essa abaixo, dita por Heather, em uma discussão que estava tendo o seu pai:

"Existem muitos tipos diferentes de família hoje em dia, pai. Nem todas são formadas por marido, mulher e filhos. Algumas são formadas por uma mulher, um cachorro, um detetive particular, o pai dela, a melhor amiga dela e as várias pessoas com quem ela trabalha. Isso sem falar no traficante de drogas da rua. Para mim, se você gosta de alguém, essa pessoa já se torna automaticamente parte da sua família, não?" (página 358)

Enfim… Eis mais uma série muito gostosa da Meg Cabot!
Para quem curte o estilo, super indico!

Avaliação:


Skoob:

Sinopse:
A ex-estrela pop Heather Wells está de volta, e como de costume vai se envolver em uma perigosa investigação. Ela é inspetora de um dormitório feminino da universidade de Nova York, e está acostumada com festas e brincadeiras estranhas das estudantes. Quando jovens começam a aparecer mortas no dormitório, Heather acha que pode ajudar, como já fez no passado. Mas quem está por trás desses assassinatos fará de tudo para se proteger e uma inspetora gordinha não ficará em seu caminho.

Agora falta eu ler o terceiro volume, que tenho aqui \o/, e o quarto que preciso acrescentar à minha coleção.


E você? Curte os livros da autora?
Já leu essa coleção? O que achou??

Grita aí! :D

3.7.14

5 anos de blog!


Ontem o blog completou 5 anos de existência! \o/
Quem diria que duraria tanto assim?

Inicialmente, era um blog de variedades e, com o tempo, acabou se transformando em um blog literário. Hoje, estou voltando a torná-lo mais diversificado. Pois, enjoei um pouco de ficar falando somente sobre minhas leituras.

Nesses 5 anos, o blog passou por altos e baixos, como tudo na vida. Chegou ao seu auge com mais de 40 comentários diários, bem como chegou a ficar dois meses sem ter uma nova postagem.

Tive o prazer em ter diversas editoras como parceiras, assim como chegou o momento em que me cansei disso e decidi ler os meus próprios livros comprados.

Nesses 5 anos aprendi que ler muitos lançamentos não permite que você tenha tempo disponível para ler livros maravilhosos, mais antigos e melhores conceituados. Sem falar na pressão das editoras para postar resenhas… Arggg! Nesses 5 anos, perdi a paciência para esse tipo de coisa.

Agora, tendo poucas e selecionadas parcerias, e com meses em que não solicito nenhum livro delas, sinto-me livre! \o/ E, esse gostinho de liberdade, proporcionou que eu voltasse a sentir prazer com o blog e que eu tivesse vontade de dividir mais coisas com vocês, que não sejam somente livros (apesar de continuarem sendo prioridade número um por aqui, haha).

Aprendi nesses 5 anos que o mais legal de tudo isso são as amizades que fazemos e que a sinceridade nos posts tem que estar em primeiro lugar. 
Infelizmente, conheço poucos blogs que usem da sinceridade em suas resenhas e isso fez com que eu me afastasse da maioria deles. Gente que dá 5 estrelas a livros teens, mal escritos, com histórias mornas e bobas, pelo simples fato de o ter recebido da editora, não merece ibope! E aqueles que não colocam notas, nem conceituam livros que leram, para evitar dar uma nota baixa a algum livro que ganhou... chega a ser deplorável! A meu ver, esse tipo de blog não merece ser lido. Sem falar que, atualmente, o meu tempo disponível para ficar na internet é muito curto. Então, preciso valorizar esse tempo e visitar blogs de pessoas de personalidade! O triste é que esse número tem diminuído cada vez mais… Encontrar blogs literários de qualidade está se tornando missão impossível. :( Mas, vamos que vamos! Pois, felizmente, ainda tem muita gente boa por aí!

Ah, e para completar essa enorme divagação, é importante explicar a origem do título do blog… Pensamento Tangencial é aquele tipo de pensamento que faz com que a pessoa fale, fale, mas não atinja o ponto central da discussão. Exatamente o que está ocorrendo neste post! Hahaha! Além do significado literal, o título surgiu devido à minha paixão pela área da Saúde Mental! Meu adorável trabalho que tanto me realiza!

Enfim… chega de papo furado e de pensamentos tangenciais!
E que venham mais 5 anos de blog! \o/

Obrigada a todos que sempre passam por aqui... E que fazem com que as minhas divagações sejam lidas. :)

1.7.14

Retrospectiva da folga!

Aiii como é gostoso ficar de folga em casa! \o/
Tirei três dias de folga do meu trabalho... O tempo frio e chuvoso que está aqui em Porto Alegre tornou esses meus três dias mais que perfeitos!

Dia 29, no último domingo, fiz aniversário de casamento. Então, o meu primeiro dia de folga, iniciou com uma surpresa linda do maridão: um buquê de rosas (contendo uma rosa para cada ano que estamos casados). Para matar a curiosidade de vocês... 14 rosas, 14 anos. :)
E, à noite, ele fez uma jantinha - também surpresa - com um salmão maravilhoso de dar água na boca!


Dia 30, segunda-feira, a folga não foi tão folgada... Tive aula do Mestrado durante a manhã. Porém, foi a última aula do semestre!!! \o/ E foi muito bacana, pois assistimos ao filme O Melhor Ladrão do Mundo para complementar uma discussão que vínhamos tendo... O filme é sobre um garoto de 11/12 anos que é pra lá de danado! Faz parte de uma família complicada composta por uma mãe, três filhos e um marido cadeirante devido a um recente AVC. Um drama gostoso e interessante! - Uma boa indicação para quem é da área da Mental e da Saúde Coletiva. ;)


Já, o restante da tarde, passei em casa de pernas para o ar. E foi bom porque recebi três entregas diferentes no mesmo dia! O.O E, por incrível que pareça, eu não estava aguardando nenhuma delas.
A primeira, e a mais gostosa, foi um pacote lindo contendo 3 livros do nosso querido e clássico Wally! \o/
Ahhhh, vai dizer que você nunca procurou o Wally?!


Os livros são lindos e extremamente divertidos - os recebi através de uma troca que realizei no Skoob. Eu e o meu marido, apesar de sermos marmanjos, passamos horas procurando Wally, seus amigos e objetos perdidos.
Algumas missões são praticamente impossíveis de vencê-las! A não ser que você tenha um olho biônico... Haha!


O carteiro também trouxe um livro do Nicholas Sparks, Uma Carta de Amor, que recebi através de mais uma troca no Skoob.
Possuo uma relação de amor e ódio com o Sparks! Os seus livros me irritam por seguirem sempre o mesmo script, acho as histórias repetitivas e, às vezes, toscas. Mas nunca resisto e sempre acabo lendo mais um livro do cara. Acredito que é devido à narrativa que, cá entre nós, é gostosa e fluida.
E simplesmente não resisti quando vi Uma Carta de Amor disponível para troca. Pois, assisti ao filme muitas e muitas vezes! E, apesar de ter um final irritante, sempre acabo assistindo-o novamente.


Além de livros, entregas e afins... Aproveitei para colocar as minhas "artes" em dia.
Sabe aquele potinho ou aquela lata que ia fora na sua casa? Pode ser tornar um porta trecos super fofo através da arte do decoupage. Basta você utilizar sua criatividade!
Aqui em casa, enlatados se tornam porta temperos, latinha de balas se torna porta bottons, uma casinha abandonada se torna uma estante para chás na cozinha, lata velha de tinta se torna porta lápis e gaveta, que foi jogada no lixo, se torna uma estante de parede para guardar minhas canecas.


Agora estou trabalhando em um caixote. Quando ficar pronto, mostro para vocês. ;)
E, hoje, infelizmente, é o meu último dia moleza. :s Quero aproveitar para colocar minhas séries e atual leitura em dia.


Apesar da foto ser do meu computador, assisto ao Netflix no Nintendo Wii. Pois, é muito prático! É só você ligar o videogame e pimba! Ali está o seu Netflix! Não precisa ficar utilizando o pc... Com exceção quando estou no quarto, que acabo optando por assistir aos meus programas no iPad aninhada na cama.

Coloquei o Netflix na semana passada e estou adorando! Tem diversas séries que amooo e, outras, que eu queria muitooo assistir! Sem falar que você encontra aquelas antiguinhas deliciosas, tipo The Nanny,  Charmed, Friends e até o Mr. Bean! Haha!
E ainda tem os filmes clássicos que amo! Você encontra uma grande lista de filmes com a Audrey Hepburn (muito #LOVE) e vários do Alfred Hitchcock.


No momento, estou assistindo Once Upon a Time e How I Met Your Mother. No fim de semana terminei de assistir Breaking Bad (quase morri!!). E hoje quero iniciar House of Cards.

Outras séries que assisto, mas em sites online, já que não tem no Netflix, são: Reign e Bates Motel. Ambas são maravilhosas! Se você ainda não as assistiu, comece!! Não irá se arrepender!

Prometo que farei um post específico sobre Reign, pois estou apaixonada por essa série! Trama envolvente e trilha sonora de primeira!!


O post de hoje ficou longo! Mas três dias em de folga, dá nisso!! :p

E vocês pessoal?
Quais séries estão assistido? Quais livros estão lendo?

Gritem aí!!! :D

Últimos Instagrams

© Pensamento Tangencial. Design by FCD.