23.12.14

Adeus às editoras parceiras!

Venho com este post me despedir das editoras que por tantos anos me acompanharam e que tanto alegraram os meus dias - e entristeceram os dos carteiros, por terem que carregar tanto peso.

Estou em uma fase em que não consigo mais dar conta de livros de parcerias. Tenho tantos livros acumulados em casa que quero ler que, no momento, não desejo receber nenhum livro a mais. - Não se preocupem, pois a minha sanidade mental está intacta - ao menos eu acho... O.o


Fiz um balanço das minhas leituras realizadas em 2014 e levei um susto ao constatar que li apenas 4 livros das editoras parceiras. Todos os outros livros foram os que estão na minha estante há algum tempo, clássicos e aqueles que não resisti nas promoções do Submarino (hihi).

Por que manter parceria desta forma, com tantos blogs sedentos por esse privilégio?!

Sem falar na garotada que tem tempo de sobra para ficar lendo um livro atrás do outro, coisa que não tenho mais paciência.

Não por falta de tempo. Pois, trabalho à noite. Então poderia ler à vontade durante o dia. Mas, sim, por vontade de aproveitar o mundo real - viver a vida - que está muito boa neste momento! \o/

Estou numa fase em que me encontro realizada tanto profissionalmente quanto pessoalmente. Trabalho com o que amo, vivo com o amor da minha vida - com o qual sou casada há quinze anos - e voltei a morar em meu sítio, que é o lugar mais perfeito do mundo (isso ao meu olhar, claro. :p).

Foi aí que me deparei com esse parágrafo escrito por Juan Pablo Villalobos (autor que adoro) em sua coluna no blog da Companhia das Letras, no post "Os livros ou a vida":

"[...] o mais comum é que a vida, essa coisa chata que acontece enquanto você lê, às vezes se erga como grande concorrente dos livros. E não estou falando de quando o leitor não tem tempo para ler, por causa das exigências da vida, não. Estou falando de quando a vida está tão legal que você deixa de ligar um pouco para os livros. O leitor deixa de ler, tipicamente, quando a aventura entra na vida dele, seja amorosa ou profissional, seja uma viagem ou um evento que acontece a cada quatro anos."

Então devido à ânsia de aproveitar tudo o que a vida tem a oferecer e as milhares de coisas bacanas que se pode fazer em um sítio, a leitura passou a fazer parte daqueles breves minutos antes de dormir. Aqueles em que você lê um capítulo e poft, capota.

Em vista disso, a minha quantidade de livros lidos em 2014 foi reduzia pela metade! Porém, a qualidade das minhas leituras aumentaram e isso compensou, me deixando feliz. :)

E, antes que vocês me perguntem, durante todos esses anos qual foi a melhor editora parceira?

Afirmo, sem sobras de dúvidas, que foi a Companhia das Letras.


Todas as outras também tiveram seus méritos. No entanto, a Companhia das Letras é, para mim, a editora que mais possui títulos de qualidade e de valor literário. Os livros são bem escritos, costumam ser de autores de renome e não meros bestsellers...

Então, se você é um leitor mais exigente ou um apreciador de belas obras, lute com afinco para ser parceiro dessa editora. Pois, com certeza, não irá se arrepender!

E que venham novos ventos nessa vida literária... Repleta de altos e baixos, mas sempre com muito amor às suas páginas.

Um Feliz Natal a todos!


Espero que vocês ganhem muitos livros de presente! :p


4 comentários:

  1. Oi Angélica, tudo bem ?

    Que maravilha poder morar em sitio eu quero essa vida também kkkk confesso que também passa pela minha cabeça abandonar algumas parcerias com editoras pois são muitos livros que recebo e acabo não lendo os meus, mas agora conto com algumas colunistas que estão me ajudando, mas que bom que você pensa em dar oportunidades para outras pessoas realmente a galera mas jovem quer muito se tornar parceiro e eu também amo a Cia das Letras é uma bela editora com toda certeza.

    Se o blog permanece fico feliz pois adoro visitar aqui.

    Òtimo natal e uma maravilhoso 2015 !

    Beijos

    Andressa
    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie Angel
    entendo totalmente a parte do: ou os livros ou a vida rs passei por isso nos meses em que me dediquei aos concursos. Não deixei de ler completamente, porque a leitura acabava sendo uma fuga dos estudos incansáveis, mas passei a ler bem menos no período que antecederam a prova. Agora que fui aprovada, sei que meu ritmo vai mudar novamente. Procuro não pensar nisso, pois ler pra mim é quase que um hábito aliado ao prazer: sem me dar conta eu abro um livro, e começo a ler. Acho que vai ser difícil diminuir novamente o ritmo de leitura, mas devemos escolher sempre a vida né.
    Em 2015 pretendo ler mais livros clássicos, e livros que comprei. Quando nos tornamos parceiros, por mais que possamos escolher que títulos ler, acabamos ficando presos a ler sempre os livros das mesmas editoras.
    A cia é maravilhosa mesmo. Amo os títulos, e junto da Intrínseca é a que tem mais títulos que eu amo.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  3. morar num sítio deve ser maravilhoso, Angélica!
    não sei como é a localização da tua casa, mas a minha dos sonhos é uma cabana no meio da mato, cheia de árvores e flores, acessível só a mim e a quem eu der o endereço. hahahha *um dia consigo*

    sobre o rompimento com as parcerias, te entendo totalmente! não pelas parcerias em si, mas pela falta de obrigação de ler o que se é lançado, e pela oportunidade de passear por um sebo - ou por promoções - se interessar por um livro desconhecido e ler com total prazer. sou fã disso.

    adorei a frase citada e também tua declaração sobre os prazeres da vida. eu, particularmente, levo a leitura como uma parte de mim. prefiro ficar em casa lendo a sair com os amigos, de verdade. leituras são o meu hobby e futura profissão, mas notei que ao longo de 2014 li menos livros porque aproveitei outros aspectos da minha vida antes um pouco esquecidos. livros são ótimos, mas podem nos deixar fechados a outras coisas boas da vida.

    beijo e feliz Natal!

    Ana Szevcynski I tagliteraria.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. É isso, Angélica!
    Você já falou tudo. Então, "carpe diem"!!!

    Felicidades!

    ResponderExcluir

Comente, participe dos bate-papos que rolam por aqui!!