24.8.15

A extraordinária viagem do faquir

Faz tempo que quero falar sobre esse livro aqui no blog!! Contudo, os dias foram passando e acabei não postando a resenha.

Sabe aquele tipo de livro divertido, irônico, cheio de sacadas inteligentes, com uma narrativa que o deixa grudado em suas páginas? Yes! A extraordinária viagem do faquir que ficou preso em armário Ikea, de Romain Puértolas, é exatamente assim!


O nome do livro já diz tudo... É sobre um faquir que fica preso dentro de um armário e, assim, viaja por vários países da Europa. A ideia é tão absurda que é impossível você não rir!


O faquir, que se chama Ajatashatru Ahvaka Singh, arrecada dinheiro na Índia para comprar uma passagem para Paris - tendo como objetivo comprar uma famosa cama de pregos. Chegando lá, as coisas não saem muito como o planejado... Se esconde dentro de um armário e acaba indo para diversos países da Europa fazendo amizades e, também, arranjando muitos inimigos pelo caminho...

Ajatashatru Ahvaka Singh, quando está preso dentro do armário e sendo transportado por um caminhão, acaba conhecendo alguns africanos que estão tentando entrar na Europa de forma ilegal. As situações pelas quais eles passam são tão engraçadas, que fica impossível você não rir em voz alta!

No entanto, o livro não é uma comédia e, sim, uma sátira sobre a imigração para a Europa. Mostra de forma hilária as mais diversas situações pelas quais passam os imigrantes tentando ingressar ao continente, bem como as dificuldades que precisam enfrentar para serem aceitos. Além disso, também trata do sonho de muita gente de deixar o seu país de origem e ir para outro para poder trabalhar, ter uma vida digna e poder enviar dinheiro para os familiares que vivem em extrema pobreza no exterior.

Enfim...  A extraordinária viagem do faquir que ficou preso em armário Ikea é um livro muito bacana que diverte e, ao mesmo tempo, leva à reflexão. É uma leitura rápida, gostosa e inquietante!

Super indico!!

Se prepare para dar boas risadas! :D

Avaliação:


Skoob:

Sinopse:
A Extraordinária Viagem do Faquir Que Ficou Preso Em Um Armário Ikea - A figura de um faquir está associada à meditação, ao treinamento e à magia. Mas, no caso de Ajatashatru Ahvaka Singh, é mais provável que o público se depare com truques e trapaças. A última de suas artimanhas foi convencer sua aldeia a pagar por uma viagem a França para adquirir a Camadepregösa, um modelo de cama de pregos vendida pela Ikea. Só que ele não contava em ficar preso dentro de um dos armários da loja. Nem que o móvel seria despachado para outro país. Assim, o faquir e seu turbante partem para uma aventura, ainda que involuntária, pelo mundo, fazendo uma horda de inimigos, alguns amigos e aprontando muitas confusões pelo caminho. * Fenômeno de vendas na França, onde atingiu a marca dos 250 mil exemplares comercializados, e figurou no primeiro lugar na lista dos best-sellers do país. 

Boa semana pessoal!! ;)

13.8.15

Caixa do Correio

Faz tempo que não faço nenhum post sobre as novidades que chegaram por aqui. Pois, devido à grande quantidade de livros não lidos em minha estante, as compras estão pausadas por tempo indeterminado.

No entanto, continuo trocando bastante... Graças ao Skoob Plus, adeus livros parados nas prateleiras!

Eu não tenho o costume de acumular objetos. Acredito que cada um foi criado para uma função específica. A dos livros, por exemplo, é a de serem lidos, degustados e, não, transformados em meros enfeites de estantes.

E tem aqueles que amontoam livros e mais livros dizendo que pretende reler futuramente. Fala sério né gente?! Quantos dos seus livros você releu até hoje? Aposto que consegue contar nos dedos de uma mão.

Sem falar que a vida é muito curta para ficar relendo os livros! Ainda mais com tantos outros aguardando para serem apreciados...

Então bora a trocar! Reciclar! Renovar as energias!! \o/


Nos últimos dias, chegaram livros de autoras que fazem parte das minhas favoritas: Um Mais Um, da Jojo Moyes e Primeiro e Único, da Emily Giffin.


Também chegou Na Ilha, de Tracey Garvis Graves - que vou começar a ler hoje à noite - e Maze Runner: Correr ou Morrer, de James Dashner.
Após ter assistido à adaptação cinematográfica de Maze Runner, fiquei doidaaa para ler o livro! Acredito que o livro deve dar "um banho" no filme!!


Outros chick-lits que chegaram foram os da autora Sarah Mason: Um Amor de Detetive e Alta Sociedade.
Ainda não li nenhum livro dela... Morro de curiosidade!


E, para finalizar, dois conhecidos da maioria... Queria que você estivesse aqui, do Frances Miralles - li assim que chegou e já postei a resenha para vocês ;). E A Menina que roubava livros, de Markus Zusak - outro que decidi ler após assistir ao filme.


Agora a Kitty com cara de preocupada... "O que faremos com tantos livros? Precisamos despachar mais alguns..."


Boa sexta pessoal!
Que o fim de semana seja repleto de ótimos leituras! ;D

10.8.15

Queria que você estivesse aqui

Desde que li Amor em Minúscula, de Francesc Miralles, apaixonei-me pelo autor! A sua narrativa e os seus personagens solitários e cults me conquistaram!

Imaginei que encontraria a mesma fórmula em Queria que você estivesse aqui. No entanto, não foi o que aconteceu.
Gostei do livro, mas não passou de um romance "comum" - sem aquelas pitadas e frases de efeito do Miralles.


O personagem principal é um arquiteto, que mora em Barcelona e que se chama Daniel. A sua vida vai transcorrendo de forma tranquila... Sem grandes aventuras, sem grandes mudanças... Até que, no seu aniversário de 30 anos, tudo muda. A sua noiva termina a relação, deixando Daniel sem chão.

Ainda, no dia do seu aniversário, ele ganha um CD de uma amiga - que se chama Marta - de uma cantora muito intrigante (Eva Winter) que toca o seu coração. Com o fora que levou da noiva, Daniel escuta sem parar esse o CD de Eva Winter e fica admirado com as letras das músicas! Pois, parecem que falam sobre a sua vida!

Daniel começa a ficar cismado com esse CD e com a cantora... Passa a pensar que pode ser algo do destino... E, obcecado com a ideia, decide que precisa conhecer Eva Winter!
Eva Winter, apesar de cantar em espanhol, mora em Paris - e é para lá que Daniel vai após arrumar as suas malas.

Chegando em Paris, Daniel - simmmm, consegue conhecer a cantora Eva Winter \o/ - e um fato estranho acontece. Ele encontra em um café um exemplar do clássico livro O Jardim Secreto, de Frances Hodgson Burnett. Mesmo sendo um livro infanto-juvenil, Daniel passa a lê-lo e encontra um e-mail da possível dona do livro.
A partir daí, ele passa a trocar mensagens com a misteriosa dona do livro usando o codinome Dickon e a garota - que vocês podem imaginar qual nome ela utiliza nas mensagens - Mary Lennox.

E é nesse clima de romance e mistério que a trama se desenvolve...

A narrativa do autor é envolvente e cativante! O modo como ele nos apresenta os personagens, os torna reais - pessoas de carne e osso repletas de defeitos. A melancolia e a solidão são aliadas presentes em suas páginas...
Personagens solitários, complexos, com o simples e, ao mesmo tempo, difícil desejo de encontrar alguém para amar e ser feliz fazem parte de suas histórias.
Considero os livros do autor mais voltados ao público adulto, maduro, que já passou por várias situações na vida, bem como desilusões amorosas.

Agora, comparando com Amor em Minúscula - outro livro do autor - Queria que você estivesse aqui deixou muito a desejar.
Como eu disse no início do post, gostei do livro. Mas poderia ter sido melhor, ter tido mais história e também um final mais verossímil.
Além disso, senti falta do teor filosófico que possui Amor em Minúscula.
Queria que você estivesse aqui nada mais é que um romance leve, com pessoas reais e com uma leve pitada de magia.

Um livro gostoso... Mas, mediano e longe de entrar para os favoritos.

Avaliação:


Skoob:

Sinopse:
Queria Que Você Estivesse Aqui - Em QUERIA QUE VOCÊ ESTIVESSE AQUI, Daniel é um bem-sucedido arquiteto na insólita e misteriosa Barcelona. Além de morar na cidade ideal para os amantes da arte, ele vive um romance aparentemente perfeito. Mas no dia de seu aniversário de 30 anos, sua amada o abandona abruptamente. Em pleno naufrágio emocional, sua tábua de salvação é o CD de Eva Winter. Uma cantora quase desconhecida, que vive e atua em Paris. 
O mimo, presenteado por uma das poucas amigas que guarda da época da faculdade, logo se transforma em obsessão. Com o título Queria que você estivesse aqui, cada faixa parece descrever, nos mínimos detalhes, sua vida e suas emoções. Uma delas, ‘Flores na névoa’, tem como protagonista um jovem arquiteto que, depois de sofrer um desengano amoroso, cruza a fronteira em busca de uma misteriosa cantora.
Intrigado, Daniel toma uma decisão: sem avisar ninguém, parte para Paris em busca desta enigmática artista, que parece conhecê-lo melhor do que qualquer outra pessoa. Enquanto descobre a própria identidade — e talvez o amor de sua vida —, começa a suspeitar que a coincidência entre as letras e sua trajetória não tem nada de casual.

OBS.: Se você ficou curiosa quanto ao livro Amor em Minúscula, fiz uma breve resenha AQUI.

Boa semana pessoal!!
Força na peruca! :p




6.8.15

Resultado da Maratona Literária de Inverno 2015

Infelizmente, a minha Maratona Literária de Inverno 2015, promovida pelo Geek Freak, foi um fracasso.
Mas, não por minha falta de empenho ou vontade de ler... Ontem fez uma semana que perdi uma das pessoas mais importantes da minha vida - minha mãe. Então, como conseguir ler frente a tanta dor e tristeza?

No entanto, a vida continua... e as nossas leituras também.
Aos poucos estou retomando os meus afazeres diários, bem como a minha rotina literária.

Voltando à MLI 2015, acabei lendo cinco livros e outro ficou incompleto:

- Enders, de Lissa Price
- O Mistério da Estrela, de Neil Gaiman
- O Palácio da Meia-Noite, de Carlos Ruiz Zafón
Fim, da Fernanda Torres (iniciei, mas não terminei)
- Muito mais que uma princesa, de Laura Lee Guhrke
- Seis Coisas Impossíveis, de Fiona Woods

O que achei de cada um?


Enders, da Lissa Price, achei um lixo! Sério mesmo gente! Nem vou perder tempo falando sobre esse livro. O primeiro volume da duologia é muito melhor! Não tem nem como comparar... O.o
Avaliação:

Quanto ao Mistério da Estrela, do Neil Gaiman, achei muito fraco. :/ É o segundo livro que leio do autor e que não vejo nada de mais. O tipo de livro que você não precisa ler na vida... Pois, não acrescenta nada. O Mistério da Estrela nada mais é que uma história de fantasia infanto-juvenil, "sem sal", que poderia ser muito melhor. Personagens fracos, história bobinha e forçada... Enfim, leia esse livro para uma criança de cinco anos de idade. Avaliação:

O Palácio da Meia-Noite, do Zafón, entrou para a lista dos livros mais fracos que li do autor. Não gostei. Bobo demais, coisas sem nexo, que ficam sem explicações plausíveis... Mais um que não indico, pois é perda de tempo. Avaliação:

Fim, da Fernanda Torres, não tem nada a ver com ela! É deprimente, forçado, chato. Li o primeiro "conto" e perdi a paciência para ler os outros. Mas, um dia, pretendo dar continuidade. Talvez quando eu estiver mais preparada para ler sobre a temática morte. Avaliação: farei depois que terminar de ler o livro inteiro.

Agora, Muito mais que uma princesa e Seis Coisas Impossíveis... Ownnnnn... Momento suspiros!! Fofos e deliciosos demais!


Muito mais que uma princesa, de Laura Lee Guhrke, é um romance de época. A personagem principal se chama Lucia e é a filha bastarda de um príncipe com uma cortesã italiana. Devido a isso, Lucia passou a maior parte de sua vida em escolas internas e conventos, sendo mantida longe de sua família. Mesmo assim, ela sempre deu jeito de se envolver em escândalos e colocar o nome do pai "na boca do povo". Então, não aguentando mais essa filha bastarda que vive aprontando... O seu pai decide que chegou a hora de a garota casar.
Porém, para escolher o futuro marido, o pai de Lucia contrata Sir Ian Moore, um renomado embaixador britânico. A partir de então, Ian passará pela impossível difícil tarefa de encontrar um marido compatível com Lucia que, mesmo não faltando pretendentes, é uma missão complicada encontrar um cavalheiro à altura de seu jeito livre e apaixonado de ser. Além disso, até ele terá que se controlar para não cair nos encantos da mocinha...

Esse livro é uma delícia gente! Não entendo como o deixei guardado na estante por tanto tempo!
A narrativa da autora é extremamente envolvente, fazendo com que você não consiga desgrudar de suas páginas! Os personagens são bem construídos e Lucia é uma mocinha "às avessas". É cheia de personalidade, fala o que pensa e não resiste a uma boa provocação. Ao mesmo tempo, é doce e querida quando a situação exige. E, quanto ao Ian... Aiii! Como quero aquele britânico para mim!! :p

Enfim... Se você gostar de romances de época, corra e leia esse livro! Pois, irá adorar!

Avaliação:

Outro que me pegou de surpresa foi Seis Coisas Impossíveis, de Fiona Woods.
Apesar de ser um livro infanto-juvenil, é bem escrito e delicioso de ler!


O personagem principal é um garoto de 15 anos, chamando Dan, que está com a vida de cabeça para baixo. O pai faliu a família, contou que era gay e deu no pé. Ele e a mãe, sem terem para onde ir, vão morar na casa de uma tia avó. Em vista disso, Dan precisa ingressar em uma nova escola, fazer novas amizades e encontrar o seu lugar nessa nova vida. O problema é que ele não sabe muito bem como lidar com todas essas mudanças bruscas. Pois, costuma ser um garoto tímido... Mais para nerd que para popular... 
Contudo, meio a tudo isso, uma coisa boa acontece... Ele descobre que ao lado de sua nova residência mora uma menina de sua escola - Estelle. E, então, aos poucos, a sua sorte começa a mudar...

Mesmo sendo mais do mesmo... Um garoto cheio de questões adolescentes, que se apaixona por uma menina... O livro consegue ser muito fofo e envolvente!
A narrativa da autora é super gostosa! Você fica louca para saber o que acontecerá no próximo capítulo!
Os personagens são bem desenvolvidos. A mãe de Dan é uma "figura" e os personagens secundários também são indispensáveis na trama! Até o cachorro de Dan é um personagem importante na história! E o jeito leve e despretensioso de ser de Dan, conquista o leitor a cada página.

Apesar de eu ter mais de trinta, Fiona Woods me conquistou com o seu jeito leve, doce e descontraído de escrever!
Se você gosta desse tipo de leitura, vá em frente! Pois, não irá se arrepender! :D

Avaliação:

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Então, em resumo, essas foram as minhas leituras referentes à Maratona.
Espero que a sua tenha rendido mais que a minha...

E, apesar dos pesares, foi uma delícia ter participado da brincadeira. \o/
Até uma próxima maratona Vítor! ;)

Últimos Instagrams

© Pensamento Tangencial. Design by FCD.