9.6.16

Uma Carta de Amor

Está com vontade de ler um romance despretensioso? Então, pegue um livro do Nicholas Sparks.
Sempre que estou com preguiça de ler algo mais elaborado, seleciono um livro do Sparks para ler. Pois, sei que ficarei presa em suas páginas e que matarei a sede de um romance.

Apesar de os seus livros seguirem sempre a mesma fórmula, prendem a atenção e costumam ser leituras agradáveis.

Eu perdi as contas de quantas vezes assisti ao filme Uma Carta de Amor. Apesar do final irritante, sempre me encantei com esse filme.
Então fiquei super feliz quando a editora Arqueiro lançou aqui no Brasil o livro que deu origem ao filme.


O livro tem como personagens principais Theresa e Garrett.

Theresa, uma jornalista desiludida com o amor, devido ao turbulento divórcio, sai de férias por alguns dias e vai para uma praia. Lá, encontra uma garrafa contendo uma carta dentro. Ao ler a carta, Theresa se depara com uma linda mensagem de amor, que a toca de maneira profunda.

A partir de então, Theresa fica extremamente curiosa sobre o autor e não medirá esforços para encontrá-lo. Contudo, a única informação que consegue descobrir sobre ele é o seu nome - Garrett - que está escrito ao final da carta.

Com o passar do tempo, Theresa resolve publicar essa carta na coluna do jornal em que trabalha. E, para a sua supresa, leitores entram em contato dizendo que também possuem cartas desse mesmo misterioso remetente.

Pesquisando daqui e dali… Theresa acaba chegando em Wilmington, uma deliciosa e pacata praia, que possui entre os seus moradores... Garrett.

Garrett, é um cara sensível e profundo, que teve uma importante perda em sua vida. Aos poucos, ao ir conhecendo melhor Theresa, vai revelando mais de sua vida e um tórrido romance se inicia entre eles.


Uma Carta de Amor segue a mesma fórmula dos outros romances do autor. Mas, acredito que, por ter personagens mais maduros, acabei gostando bastante desse.

Garrett e Theresa são muito humanos, reais. Personagens repletos de qualidades e defeitos, verossímeis. O amor que nasce entre eles é uma delicia e o desfecho é de cortar o coração.

Enfim… Super indico à aquelas que estão com vontade de ler um belo e sensível romance.

Avaliação:



Sinopse:
Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.” 
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. 
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

Segue abaixo o trailer do filme - estrelado por Kevin Costner.
Uma boa pedida para essa tarde fria...




2 comentários:

  1. Olá Angélica.
    Puxa, faz tempo que não leio um livrinho sequer do Nicholas Sparks; acho que cansei um pouco da "receita de bolo" :S Mas achei esse interessante (e parece um pouco diferente dos que li dele).
    E concordo contigo: os livros dele são boas leituras despretensiosas.
    Bem, parabéns pela resenha e obrigada pela dica de leitura.
    Beijinhos e boa semana.
    Isabelle - Attraverso le Pagine
    http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isabelle! Bem isso... Nicholas Sparks é Nicholas Sparks... sempre a mesma fórmula. :/ Mas uma boa leitura para aqueles momentos em que você quer um romance leve e gostoso de ler. :) Beijos!

      Excluir

Comente, participe dos bate-papos que rolam por aqui!!